LDH Lactato desidrogenase

A Lactato Desidrogenase tem localização citoplasmática e seu aumento sérico ocorre após lise celular. 


Interferentes analíticos: como as hemácias possuem grande quantidade de LDH, a hemólise promove elevação da sua atividade no soro. Dessa forma, quando houver hemólise evidente na amostra, essa observação consta do resultado por provável interferência na leitura para consideração do valor real. Soros lipêmicos podem fornecer resultados mais baixos que o real.


Jejum

De seis horas. Não exceder 16 horas.

Restrições

-

prazo de entrega

Mesmo dia.

Aplicações clínicas

Lesões musculares de etiologias variadas podem estar relacionadas ao aumento da LDH. Deficiência de vitamina E e selênio e a mioglobinúria são causas de aumento de LDH bem como neoplasias em geral, doenças cárdio-respiratórias com hipoxemia, anemias hemolíticas e megaloblásticas. Outras causas de aumento são: hepatite, infarto renal, pancreatite aguda, destruição excessiva de células, fraturas, obstrução intestinal.

Método de Coleta

Coletar o sangue em frasco com gel e ativador de coágulo (tampa vermelha ou amarela) ou frasco de heparina de lítio (tampa verde), homogeneizando o material logo após a coleta (8 a 10 inversões). No caso do frasco de tampa vermelha ou amarela, esperar 30 minutos para a formação do coágulo. Conservar o frasco sobre refrigeração 2° a 8°C. Identificar a amostra com nome do paciente, nome do responsável, data e horário da coleta.

Solicite seu exame

entre em contato

ou se preferir, preencha o formulário abaixo

Unidade Caxias do sul

Rua Mariano Mazzochi, 1154, sala 1 | B. Cruzeiro
(54) 3019 8770 | (54) 9.9936 7738
Atendimento: 08:00 às 11:45 |  13:30 às 19:00

contato@mellislab.com.br

Unidade Bento Gonçalves

Rua Victorio Carraro, 1031, B.Santa Marta
(54) 3701 3234
Atendimento: 12:00 às 19:00
unidadebento@mellislab.com.br

solicitar requisição de Exames