Creatinina

A creatinina se forma endogenamente a partir da conversão da creatina, presente no tecido muscular. A creatina é um metabólito utilizado para armazenar energia no músculo, na forma de fosfocreatina. A concentração sangüínea de creatinina é proporcional a massa muscular então por este motivo, em situações de atrofia muscular e outras enfermidades relacionadas, ocorre diminuição do teor de creatinina plasmática ou sérica. Ao mesmo tempo, em situações de exercício prolongando ou intenso, pode ser observado um aumento nos níveis plasmáticos ou séricos de creatinina. Na prática, a produção de creatinina é constante e muito pouco afetada pelo aumento do catabolismo das proteínas tissulares e da dieta. A excreção de creatinina só é realizada por via renal, uma vez que ela não é reabsorvida nem reaproveitada pelo organismo. Por isso, os níveis de creatinina plasmática refletem a taxa de filtração renal, de forma que níveis altos de creatinina indicam uma deficiência na funcionalidade renal.

    Interferentes analíticos: Icterícia (Bilirrubina > 24 g/L), Lipemia (Triglicerídeos > 1700 mg/dL) e Hemólise (Hemoglobina > 780 mg/dL).


    Tempo para envio ao laboratório: 6 horas.


    Jejum

    De quatro horas. Não ultrapassar 16 horas.

    Restrições

    -

    prazo de entrega

    Mesmo dia.

    Aplicações clínicas

    Entre as causas de aumento plasmático ou sérico da creatinina, devem ser consideradas a azotemia pré-renal por diminuição da perfusão renal, como por exemplo na desidratação, a azotemia renal devido à insuficiência renal, a azotemia pós-renal por obstrução do fluxo urinário ou ruptura de bexiga ou simplesmente uma atividade muscular intensa ou prolongada. Entre as causas da diminuição dos níveis de creatinina são consideradas a hidratação excessiva, a insuficiência hepática e as doenças musculares degenerativas..

    Método de Coleta

    Coletar o sangue em frasco com gel ou ativador de coágulo (tampa vermelha ou amarela) ou frasco de heparina de lítio (tampa verde), ou frasco de EDTA (tampa roxa), homogeneizando o material logo após a coleta (8 a 10 inversões). No caso do frasco de tampa vermelha ou amarela, esperar 30 minutos para a formação do coágulo. Conservar o frasco sobre refrigeração 2° a 8°C. Identificar a amostra com nome do paciente, nome do responsável, data e horário da coleta.


    Solicite seu exame

    entre em contato

    ou se preferir, preencha o formulário abaixo

    Unidade Caxias do sul

    Rua Mariano Mazzochi, 1154, sala 1 | B. Cruzeiro
    (54) 3019 8770 | (54) 9.9936 7738
    Atendimento: 08:00 às 11:45 |  13:30 às 19:00

    contato@mellislab.com.br

    Unidade Bento Gonçalves

    Rua Victorio Carraro, 1031, B.Santa Marta
    (54) 3701 3234
    Atendimento: 12:00 às 19:00
    unidadebento@mellislab.com.br

    solicitar requisição de Exames